BRASIL, Mulher, NEUSA MARIA PAGANI PANICE,BAURU/SP

 

   

    UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  canilfh.com.br
  hotelariafh.sites.uol.com.br
  HOTELARIA
  curiosidades


 

    14/10/2007 a 20/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  31/12/2006 a 06/01/2007
  24/09/2006 a 30/09/2006
  27/08/2006 a 02/09/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005


 

  Todas as mensagens
  Evento
  VIAGEM
  PIADAS
  CÃES
  GATOS
  outros


 

   

   


 
 
CANIL E GATIL F.H.



 

EMA

 
 
   
   

Origem:

A Ema é a maior ave das Américas. No mundo, só perde para o primo Avestruz. Pertence a ordem dos Rheiformes, à família Rheidae e à espécie Rhea americana.

Utilidades:

Carne:- É um pouco mais fibrosa que a de outras aves, como a galinha, mas tem bom sabor e faz parte de pratos tradicionais em muitos Estados brasileiros;
Ovos:- São riquíssimos em proteína e bastante grandes (pesam 400 a 700 g, cerca de quinze vezes o da galinha);
Pele:- Depois de curtida, dá excepcional matéria-prima para bolsas, sapatos, cintos e casacos. É tão resistente quanto os couros tradicionais, mas, por ter granulação fina, é mais suave e macia.
Penas:- Servem para espanadores e outros artefatos, inclusive adornos de roupas femininas e fantasias. Cada ema tem 110 a 120 penas por asa e as maiores chegam a 60cm.
Pepsina:- Na ema a pepsina é encontrada em grande quantidade podendo ser aproveitada pela indústria farmacêutica na fabricação de digestivos.

Reprodução:
Na época de acasalamento, enquanto a fêmea permanece altiva e dengosa - fazendo ares de quem não esta nem aí -, o macho joga todo seu charme numa dança tão vigorosa quanto atrapalhada em torno da namorada, quando abre as asas e eriça as penas da cabeça.
Depois de formar seu harém, no entanto, o macho vira um doce. É ele quem constrói o ninho, choca os ovos e cria os filhotes. O ninho é simples: um buraco no chão para ser usado por todas as esposas.
Durante a choca, que ninguém se arrisque a chegar perto, porque o papai ema fica uma fera e ataca com violência. Depois que terminam - e enquanto o macho se dedica à choca e criação da eminhas -, as fêmeas, livres e desimpedidas, saem um busca de outros maridos.

Filhotes:
Nos primeiros dias de vida, os filhotes têm penugem amarelada e rajada de negro. Com o tempo, as penas vão ganhando a cor acinzentada definitiva. Em um ano, estão maduros sexualmente e alguns atingem o peso máximo - cerca de 36 quilos - aos dezoito meses, com 1,30 metro de altura ( se medir desde a cabeça, dá mais de 2 metros).
Os filhotes são muito sensíveis à umidade, porque as penas de ema, ao contrário das da maioria das aves, não são impermeáveis. Os períodos de chuva prolongados podem ser mortais para eles.



Escrito por nepapa às 20:37:46
[   ] [ envie esta mensagem ]





[ ver mensagens anteriores ]