BRASIL, Mulher, NEUSA MARIA PAGANI PANICE,BAURU/SP

 

   

    UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  canilfh.com.br
  hotelariafh.sites.uol.com.br
  HOTELARIA
  curiosidades


 

    14/10/2007 a 20/10/2007
  23/09/2007 a 29/09/2007
  31/12/2006 a 06/01/2007
  24/09/2006 a 30/09/2006
  27/08/2006 a 02/09/2006
  09/07/2006 a 15/07/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  01/01/2006 a 07/01/2006
  06/11/2005 a 12/11/2005
  30/10/2005 a 05/11/2005
  16/10/2005 a 22/10/2005
  02/10/2005 a 08/10/2005
  11/09/2005 a 17/09/2005
  04/09/2005 a 10/09/2005
  28/08/2005 a 03/09/2005
  21/08/2005 a 27/08/2005
  14/08/2005 a 20/08/2005
  07/08/2005 a 13/08/2005
  31/07/2005 a 06/08/2005
  24/07/2005 a 30/07/2005
  17/07/2005 a 23/07/2005
  10/07/2005 a 16/07/2005
  03/07/2005 a 09/07/2005
  26/06/2005 a 02/07/2005
  19/06/2005 a 25/06/2005
  12/06/2005 a 18/06/2005


 

  Todas as mensagens
  Evento
  VIAGEM
  PIADAS
  CÃES
  GATOS
  outros


 

   

   


 
 
CANIL E GATIL F.H.



Hipotireoidismo

 

Ganho de peso, queda de pêlo e outros problemas dermatológicos — esses sintomas podem estar relacionados a uma série de doenças. Uma delas é o hipotireoidismo, uma doença que aparece com mais freqüência em cães do que em gatos. É caracterizada por uma queda na produção dos hormônios da glândula tireóide, que tem uma importante função na regulagem do metabolismo.

Causas

A diminuição da produção e secreção dos hormônios tireoideanos é a causa básica do hipotireoidismo. A produção destes hormônios é influenciada pelas glândulas pituitárias (ou hipófise), hipotálamo e tireóide. Embora problemas possam ocorrer em qualquer parte deste circuito glandular, mais de 90% dos casos ocorrem quando há destruição da glândula tireóide pelo próprio organismo.

Cinqüenta por cento desses casos ocorrem quando o próprio sistema imune do animal ataca as células da tireóide; o restante dos casos ocorrem por atrofia do tecido tireoideano por infiltração gordurosa, forma esta ainda de origem desconhecida.

 

Que pets podem desenvolver o hipotireoidismo?

Os cães são muito mais afetados que os gatos, sobretudo na faixa etária de 4 a 10 anos, nos portes médio a grande, sendo mais raros nos de porte toy e miniatura.

Existem certas raças com uma maior predisposição, como Golden Retriever, Dobermann, Setter Irlandês, Teckel, Cocker e Airdale Terrier.

 

Como saber se meu cão tem hipotireoidismo?

Já que o hormônio tireoideano é necessário para o metabolismo celular adequado, sua deficiência irá afetar a função metabólica de várias partes do corpo, logo não haverá um sintoma específico para o hipotireoidsmo.



Categoria: CÃES
Escrito por nepapa às 23:10:29
[   ] [ envie esta mensagem ]




Ingestão excessiva de pêlos: problema em raças de pêlo longo e semilongo

O maior problema enfrentado pelos proprietários e criadores de gatos, principalmente aqueles dotados de muito pêlo, é o aparecimento de "fecalomas", que são bolas de pêlo formadas pela sua ingestão excessiva durante a sua "toalete".

 

Gatos de pêlo semilongo, como os da raça Sagrado da Birmânia, não fogem à regra. Entretanto, por terem uma pelagem não tão abundante como os da raça Persa, uma escovação semanal e um banho mensal (não obrigatório) são suficientes para prevenir e evitar que façam a ingestão de pêlos em excesso.

Além disso, em situações particulares como o verão e a época do cio, que fazem com que o animal perca muito pêlo, você pode lhe oferecer pastas próprias vendidas em lojas de animais, que possuem a função de proteção contra os fecalomas, facilitando a sua eliminação.

Alguns criadores utilizam ervas ao invés das pastas, que após a mastigação pelo animal, provocam vômitos, eliminando os pêlos ingeridos. É importante lembrar que o banho ajuda muito a eliminação de pêlos mortos, evitando assim que o gato ingira pêlos que não tenham sido retirados durante a escovação.



Categoria: GATOS
Escrito por nepapa às 22:59:55
[   ] [ envie esta mensagem ]




Curiosidades felinas

 

 

Gatos são muito especiais e observá- los por alguns minutos nos traz admiração e prazer em estar na companhia de amigos tão cheios de códigos e mistérios. Vamos conhecer alguns deles?

 

Gatos e lugares altos
Os gatos são animais que adoram fiscalizar tudo o que acontece em seu território e nada melhor do que um lugar alto, seguro e com uma excelente visibilidade de toda a casa.

Gatos que roçam em tudo e em todos
Esta atitude é significativa de posse, onde nosso amigo felino por meio de glândulas especiais localizadas na testa, em volta da boca, sob o queixo e perto das orelhas, vai deixando seu cheiro individual e marcando as pessoas e os locais.

Gatos, sacos e sacolas
Você chega em casa cheia de compras e deixa os sacos e sacolas em um canto. Pronto seu gato já o elege como um perfeito esconderijo, acolhedor, protegido e com ruídos que deixam nosso felino extasiado e feliz.

Gatos e a nossa leitura
Já reparou como eles adoram deitar em nossos jornais e revistas justamente na hora em que vamos ler? Por que fazem isso? Não só para chamar a atenção, mas por que eles querem! Não são adoráveis nosso felinos?



Categoria: GATOS
Escrito por nepapa às 22:49:43
[   ] [ envie esta mensagem ]





[ ver mensagens anteriores ]